27/05/2011

CONVERSAS SOBRE AS ELEICOES EM TUPARETAMA - 2

Recebi na semana passada um email do meu amigo Edvan Pessoa, vereador pelo PSB, a respeito de um texto recente que publiquei neste blog, sobre as próximas eleições em Tuparetama. Como Edvan foi citado no texto, e de certa forma "catucado", pediu-me espaço para expor suas opiniões: 


1) Para Edvan partidos da situação e da oposição tradicional tentam ambos inviabilizar uma terceira via:  "Observei com atenção seu texto a respeito das futuras eleições em Tuparetama. Concordo em partes com tudo que escreveu, principalmente no que se refere aos dois extremos existentes em Tuparetama, que insistentemente trabalham para "sufocar" qualquer movimentação "nova" que venham a ocorrer de outros grupos políticos. Fato este que ocorreu em 2008, quando o meu partido (PSB) sofreu interferencias externas". 

2) Edvan é claro e objetivo: Quer ser o candidato, seja da oposição ou da terceira via:  "Hoje, tenho um mandato conferido pelo povo, mereço de todos "os dois grupos" respeito com as minhas intensões e pensamentos. Vou lutar para ser candidato a Prefeito. Por enquanto, veja você, a dificuldade maior é de ser pré-candidato das oposições. Estou na oposição, não vou prá lugar nenhum, vou lutar para unir esta oposição e ser candidato deste grupo. Caso contrário, poderei ser candidato pela terceira via sim, e espero que o PSB não coloque empecilho. Se colocar, teremos outras alternativas".

3) Edvan reforça a opinião de que a oposição está desunida e que é necessário diálogo e respeito mútuo: " Já ouvi muito de partidários de Vitalino Patriota que o candidato da oposição sai da "casa" dele, sem diálogo...Não existe vitoria sem união, não existe sequer luta se não houver antes a união de um grupo em torno de um objetivo. Tenho hoje um grupo que é pequeno em quantidade mas é enorme em qualidade. Esse grupo merece respeito. Provaremos o valor e o merecimento deste grupo, sem dúvidas. Tive 503 votos para vereador... nosso candidato a deputado federal teve quase 400 votos. Temos que sentar à mesa, discutir o processo. Veja só, eu sofro mais "ataques" da própria oposição do que da situação".  

4) Para ele, sua postura não é de indefinição nem de ficar "sobre o muro":  "Com relação a  definir se irei para a situação ou permanecerei na oposição, não há dúvidas de que sou oposição. Agora, com relação ao governo do município vou continuar aplaudindo o que está correto e criticando os erros. Critico a questão de obras inacabadas, calçamentos horríveis, saúde com sérios problemas administrativos, a questão dos empréstimos consignados (na justiça), o rombo no Fundo de Previdencia do Município (também na justiça), a gestão da educação, que  não é democrática, o desrespeito a Lei do Piso, o PNAE, etc... Porém, moro em Tuparetama e não quero mais ver os erros de antes, como ambulâncias em estado de "putrefação", calçamentos horríveis, educação sem respeito aos professores, atraso em pagamentos de funcionários, desgoverno na equipe... enfim, entre os dois grupos que dominam a política de Tuparetama, um não pode falar de alguns erros do outro. Mas eu posso, e vou elogiar o que deve ser elogiado e criticar o que deve ser criticado". 

5) E finaliza analisando a opinião geral das ruas, segundo sua percepção particular:  "O que se coloca até o momento em Tuparetama, é que a oposição não tem nada de novo para apresentar. As pessoas, sobretudo os jovens, estão cansados dessas duas opções que se apresentam, ou é "pe-rapado" ou é "boca-preta". Isso é um atraso! A necessidade da terceira via é uma realidade hoje. Faremos nossa parte na campanha.  Não fui eu que preteri ser vice de Valmir Tunú, e no entanto você ainda nao perguntou de que lado esse povo que se diz "a oposição" está!  Quanto ao nosso grupo, temos candidatos a vereadores com amplas chances de vitória, temos espírito e grupo e coesão no PSB. Está bem claro em Tuparetama:  podemos e decidiremos esse pleito". 

Forte abraço companheiro
Saudações Socialistas.
Dêva (Edvan Cesar Pessoa da Silva) Vereador - PSB de Tuparetama



Um comentário:

  1. conversas fiadas vai e vem,politicos que ´so prometem oque não cumprem,e nosso sertão continua seco, sem sequer um reservatorio que possa armazenar água suficiente que passe de um ano para outro para que o sertanejo supra suas nessecidades de água,Opoliticos covardes e os que entram aprendem todas maracutaia,é o ciclo da corrupção,lamentavel nosso sertão ser assim.

    ResponderExcluir